28 de set de 2011

Linguagem corporal na sedução



Identifique os sinais corporais da sedução
A maioria das pessoas pensa que no jogo da conqusita, o homem é quem dá o primeiro passo. Mas isso não é verdade. Na maioria das vezes, a mulher é quem seduz o homem, sem dizer uma única palavra.
Em outras palavras, a mulher dá início ao jogo usando a linguagem corporal. É assim que ela mostra se está interessada, disponível e receptiva. Sim, rapazes, vocês acabam de ler isto em primeira mão.
O player sempre conquista a mulher que deseja, não somente porque é atraente, mas porque é alguém que “chega junto”, sem temer a rejeição. O player sabe como interpretar os sinais enviados pela mulher com perfeição.
Prestando atenção à linguagem corporal de uma mulher, consigo perceber quando se ela está insatisfeita com seu parceiro, buscando satisfazer suas necessidades sexuais ou apenas afim de uma conversa interessante.

Leia o corpo da mulher, não a mente

Muitos cavalheiros pecam ao menosprezar a importância da linguagem corporal feminina. Ao invés de prestar atenção no que o corpo da mulher diz, eles perdem tempo tentando entender o que se passa em sua mente. Eles passam horas segurando uma bebida enquanto tentam imaginar se ela está mesmo interessada. Poucos deles sabem que a resposta está na forma como elas se portam.
Desista de tentar entender a mente feminina, porque esta é uma coisa que ninguém vai conseguir. Pare de tentar ler seus pensamentos e preste atenção na posição de seu corpo. Quando eu digo corpo, não estou me referindo aos seios, mas aos gestos, comportamentos e expressões faciais.
Infelizmente, os homens ainda preferem ignorar completamente a linguagem corporal da mulher, ou são completamente incapazes de entender seus sinais. Mas lembre-se disso – tudo o que diz respeito à socialização, está baseado em dois fatos:
Primeiro, 93% da comunicação é não verbal. Segundo, a linguagem corporal tem cinco vezes mais impacto do que a linguagem verbal. Então se você não está prestando atenção à linguagem corporal de uma mulher, está deixando de prestar atenção na parte mais importante do jogo. E você ainda se pergunta porque sempre volta sozinho pra casa no fim da noite.

A natureza nos ensina

Charles Darwin já deu a dica quando disse: “Nas mais diferentes classes do reino animal, como mamiferos, pássaros, répteis, peixes, insetos, e até mesmo crustáceos, a diferença entre os sexos segue exatamente a mesma regra; os machos cortejam as fêmeas.” (The Descent of Man, 1871)
O que isso significa? Colocando de forma simples, o macho agressivo tenta convencer a fêmea submissa a copular. A fêmea, por sua vez, usará de sinais para mostrar se está ou não receptiva ao convite.
O macho então observa e interpreta os sinais da fêmea, assim como também modifica seu próprio comportamento para conseguir conquistá-la.
Mas ele não irá sentir pena de si mesmo se for rejeitado. Lembre-se, na natureza sobrevive o mais forte.
Você acredita nisso? Pois é. Há duas lições importantes aqui: primeiro, seduzir envolve muito mais do que oferecer uma bebida. Envolve um processo complexo de comunicação não-verbal.
Segundo, a rejeição faz parte do jogo da conquisa. Não se sinta mal se ela rejeitar você; às vezes ela só está se fazendo de difícil. E se ela está te enviando os sinais certos, então você não deve desistir.Confie no seu instinto, não no seu ego.
Se você não consegue decifrar a linguagem corporal feminina, ou não consegue lidar com o medo à rejeição, está você está fadado a perder o jogo do amor e do sexo.

Estágios básicos da comunicação não-verbal

Aprender a ler a linguagem corporal feminina é muito simples, mas isso não significa que você não precisa se preparar de forma adequada. Respire fundo, estufe o peito e mãos à obra.
Entender os sinais enviados pelo corpo da mulher envolve três estágios. O primeiro mostra se ela está interessada em você, e ajuda a decidir se você deve se aproximar ou não.
O segundo estágio te permite ver se ela está receptiva à corte, ou se está começando a se sentir desconfortável com a sua presença. Este é o estágio mais importante; você deve observar seu nível de conforto e interesse, e modificar seu próprio comportamento baseado nessa percepção.
O terceiro estágio te dá uma boa ideia se você está perto de concluir o negócio ou está apenas perdendo seu tempo. Você deve pedir o telefone dela, marcar um café ou convidá-la para ir ao seu apartamento? Observe-a profundamente, preste atenção em sua postura e você encontrará a resposta.
Os sinais de interesse e desinteresse das mulheres são estudados no mundo todo por vários especialistas na área. Quem quiser saber um pouco mais sobre o assunto, recomendo o excelente “Desvendando os Segredos da Linguagem Corporal“, de Barbara e Allan Pease. No livro há uma explicação mais detalhada sobre linguagem corporal.

Estágio 1: Aproximação

Ok, então faz quase 3 horas que você está rodeando a sala, imaginando se ela se sente atraída por você. E você não quer se aproximar pois tem medo da rejeição.
Bem, comece a observá-la; olhe para as dicas listadas abaixo. Se você captar os sinais, não hesite; confie em seus sentimentos e vá até ela. Quando a mulher não está interessada ela simplesmente olha para baixo, e não te encara. Mas se ela fica te encarando, então ela está interessada em você. Mas não se empolgue demais a ponto de molhar suas calças; isso pode significar apenas que ela te acha atraente, não que ela te quer como marido. O jogo está apenas começando.
Ela está interessadaPode desistir
Olha muito para o ladoNão dá nem uma olhadinha
Primeiro olha para baixo, depois para o ladoNão olha nos olhos
Olha para você por alguns minutosEvita fazer contato visual
Fixa o olhar momentaneamenteAfasta o olhar rapidamente
Postura se mantém alertaMantém-se imóvel
Mantém a cabeça inclinadaMantém a cabeça na vertical
Fica na mesma posição que vocêNão muda de posição
Empina os seiosDeixa os seios pra baixo
Não toca o rosto, apenas o cabeloToca o rosto, nariz, e orelhas – mas nunca o cabelo
————–————–

Estágio 2: Conversação

Você fez contato visual e sua aproximação ocorreu sem maiores problemas, mas ainda não sabe nada sobre a mulher com quem está conversando. Por isso é tão importante analisar como ela age quando você está por perto e como ela reage a cada palavra que sai de sua boca.
Observe os seguintes sinais para saber como seguir com a conversa e quando mudar de estratégia para fazê-la sentir-se mais confortável na sua presença. Isso irá garantir que ela continue interessada.
Continue FalandoSaia andando
Permanece alerta e enérgicaFica tensa e desconfortável
Postura abertaPermanece fechada
Bebe poucoBebe em todos os estágios
Acaricia objetos (como o copo)Tapeia objetos
Afrouxa tudoAperta qualquer coisa
Inclina-se para frenteInclina-se para trás
————–————–

Estágio 3: Finalização

Você não quer ser o tipo de homem que, tendo a chance de se aproximar de uma mulher, esquece de fechar o negócio. Às vezes, uma mulher quer lhe dar o número do telefone, está implorando para você dormir com ela, ou simplesmente quer vê-lo de novo. Preste atenção aos sinais do tipo “Me leve para sua casa”. Ou, caia fora e não perca seu tempo se você perceber sinais do tipo “Estou apenas sendo gentil”.
Me leve para sua casaEstou apenas sendo gentil
Olha pra vocêCorre o olhar pela sala
Sorri mostrando os dentesSorri delicadamente
Coloca tudo na bocaNão coloca nada na boca
Gira o corpo em sua direçãoSe mantém afastada
Olha pra você enquanto bebeDesvia o olhar enquanto bebe
Toca vocêNão te toca
————–————–
Prestar atenção aos sinais e observar a linguagem corporal feminina é o segredo para ter sucesso na aproximação e manter a relação interessante. Um homem que sabe que sempre terá mulheres à sua volta para satisfazê-lo, e o homem que aprender a ler a linguagem corporal das mulheres terá uma vida sexual ativa e feliz. Mas esse assunto fica para outro dia.
POR EDUARDO SANTORINI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não é o dinheiro, estúpido


Não paute sua vida pelo dinheiro: seja fascinado pelo realizar e o dinheiro virá como consequência

SOU, COM FREQUÊNCIA, chamado a fazer palestras para turmas de formandos. Orgulha-me poder orientar jovens em seus primeiros passos profissionais.

Há uma palestra que alguns podem conhecer já pela web, mas queria compartilhar seus fundamentos com os leitores da coluna.

Sempre digo que a atitude quente é muito mais importante do que o conhecimento frio.

Acumular conhecimento é nobre e necessário, mas sem atitude, sem personalidade, você, no fundo, não será muito diferente daquele personagem de Charles Chaplin apertando parafusos numa planta industrial do século passado.

É preciso, antes de tudo, se envolver com o trabalho, amar o seu ofício com todo o coração.

Não paute sua vida nem sua carreira pelo dinheiro. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como consequência.

Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser um grande bandido ou um grande canalha. Napoleão não conquistou a Europa por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro.

E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar. Tudo o que fica pronto na vida foi antes construído na alma.

A propósito, lembro-me de um diálogo extraordinário entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar dos leprosos, diz: "Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo". E ela responde: "Eu também não, meu filho".

Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar e realizar têm trazido mais fortuna do que pensar em fortuna.

Meu segundo conselho: pense no seu país. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si.

Era muito difícil viver numa nação onde a maioria morria de fome e a minoria morria de medo. Hoje o país oferece oportunidades a todos.

A estabilidade econômica e a democracia mostraram o óbvio: que ricos e pobres vão enriquecer juntos no Brasil. A inclusão é nosso único caminho. Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu vomito. É exatamente isso que está escrito na carta de Laodiceia.

É preferível o erro à omissão; o fracasso ao tédio; o escândalo ao vazio. Porque já li livros e vi filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso (ou narra e fica muito chato!).

Colabore com seu biógrafo: faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido.

Tenho consciência de que cada homem foi feito para fazer história.

Que todo homem é um milagre e traz em si uma evolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro.

Você foi criado para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, caminhando sempre com um saco de interrogações numa mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não dê férias para os seus pés.

Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: "Eu não disse? Eu sabia!".

Toda família tem um tio batalhador e bem de vida que, durante o almoço de domingo, tem de aguentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo o que faria, apenas se fizesse alguma coisa.

Chega dos poetas não publicados, de empresários de mesa de bar, de pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta à noite, todo sábado e todo domingo, mas que na segunda-feira não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansiar, não sabem perder a pose, não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar.

Só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama "sucesso".

Seja sempre você mesmo, mas não seja sempre o mesmo.

Tão importante quanto inventar-se é reinventar-se. Eu era gordo, fiquei magro. Era criativo, virei empreendedor. Era baiano, virei também carioca, paulista, nova-iorquino, global.

Mas o mundo só vai querer ouvir você se você falar alguma coisa para ele. O que você tem a dizer para o mundo?


NIZAN GUANAES, publicitário e presidente do Grupo ABC

Cursos e Palestras ( RECICLAGEM )

Cursos e Palestras ( RECICLAGEM )
Informações e reservas