4 de mar de 2010

PREPARANDO-SE PARA O TSUNAMI CÓSMICO
ASAS - Karen Bishop
28 de Fevereiro de 2010


Bem-Vindos!
Mais emoção está a caminho. Há uma reestruturação do cosmos prestes a ocorrer. Assim como a Terra se mudou para um novo espaço no cosmos há alguns meses, agora é o momento para que outros corpos celestiais se movam também para espaços muito novos e energéticos. Assim, haverá uma reestruturação do cosmos. Este enorme movimento em massa criará uma grande onda de energia, ou melhor, um tsunami cósmico. Esta grande onda de energia, ou onda de luz, passará por toda a Terra. Como estamos agora com uma energia de vibração muito mais elevada do que estávamos somente há alguns meses, a onda então, será composta de energia, ou luz, de vibração mais elevada... e esta luz então envolverá todo o cosmos.

O terremoto do Haiti assinalou uma grande abertura do coração para o planeta. Ele foi o precursor para a energia da Nova Terra... a energia do coração. Deste modo ele foi o salto inicial para a criação da nossa nova realidade. O grande terremoto que ocorreu no Chile ontem foi por razões muito diferentes. E ele não será o último movimento da terra no planeta, pois haverá mais.

O terremoto no Chile foi um precursor para a onda de luz. Este terremoto e outros estão preparando a paleta para que entre a onda de luz. A terra está formulando um novo “alicerce”, ou se reestruturando, de modo que ela possa receber melhor a nova luz que está prestes a chegar.

Quando esta onda de luz chegar, ela passará por tudo e qualquer coisa, penetrando em todos os cantos, eliminando qualquer densidade ou escuridão que se encontre em seu caminho. Isto é parte do processo de criação da nova realidade. Em “Criando a Nova Realidade/Encontran do o Seu Verdadeiro e Autêntico Espaço (o mais recente livro eletrônico dos Novos Anjos da Terra já liberado), parte deste processo é explicada com maiores detalhes em relação a nos afastarmos da nossa energia pessoal e alcançarmos o projeto anterior da Terra. Este período de preparação que estamos agora vivenciando, além da nova onda de luz, são fases necessárias para nos auxiliar a nos afastarmos de nossa própria energia pessoal a fim de criarmos o novo planeta Terra.

O que está ocorrendo agora, é que estamos preparados para este estágio. Nós ancoramos na Terra nas últimas semanas, criando uma liberação de qualquer energia velha ou mais densa dentro da Terra. Isto ocorreu de modo que a luz pudesse ocupar o seu espaço, e assim os verdadeiros e legítimos administradores da Terra estariam agora em suas verdadeiras e legítimas posições para a chegada de nossa realidade muito nova.

Depois que ancoramos plenamente na Terra, nós começamos a colocar a nossa energia para fora. Em tempos passados, antes que nos separássemos do velho mundo, energias mais escuras foram afastadas. Assim, muitos de nós fomos afastados tanto quanto poderíamos, aparentemente sem nenhum lugar para residir. Com o advento de uma terra muito nova, as coisas estão agora invertidas. Nós começamos com uma sobreposição da Primeira Terra, assim então, muito do velho estava ainda no lugar. Agora nós (a luz), estamos empurrando para fora e tomando posse da realidade da velha terra.

Deste modo, nós começamos a nos depararmos com muita energia velha, causando atritos, frustração, raiva e opressão, aparentemente sem termos para onde ir, sem atingirmos um limite energético. Ao mesmo tempo, nós estamos ainda experienciando o cenário do sobe e desce da montanha russa, com um dia/dias de grande energia, alternando com outros dias de não tão grande energia. A perplexidade pode parecer se elevar aparentemente de lugar algum, e então podemos nos encontrar novamente na areia movediça depois de pouco tempo. Nós estamos literalmente criando uma parte de cada vez. Deste modo, nós criamos apenas o suficiente para nos sustentarmos, esgotamos e devemos então criar mais. Com o tempo, enquanto formularmos mais e mais da nova realidade, isto mudará. Mas saibam também, que estamos mantendo muito mais da nova energia, e deste modo, nossos pensamentos e visões positivas podem nos manter em melhores espaços, bem mais do que antes.

Quando a nova onda de luz começou o seu período de preparação, nós fomos energeticamente afastados do cenário que tínhamos experienciado até então. Isto significava que fomos subitamente mantidos em espaços seguros, ou melhor, impedidos de sermos afetados por qualquer coisa que devesse ocorrer no planeta, que pudesse ser perturbadora. Assim então, durante este tempo (aproximadamente na metade de Fevereiro), toda esta surpreendente energia que tinha fluído através de nossos chacras coronários se interrompeu. Isto criou sentimentos de vazio, depressão, falsidade, uma grande desconexão e separação, e também, um período de despertar durante o início da madrugada por algum tempo, com uma incapacidade de voltar a dormir.

Assim, onde estamos agora neste estranho filme de ficção científica?

Nós estamos ainda sendo “seqüestrados”, até que mais mudanças massivas e a reestruturação estejam completas. Foi-me dito pelos seres do nível mais elevado que há “protocolos” organizados para eventos tais como os grandes desastres naturais, e sermos seqüestrados em espaços de proteção, é um destes protocolos. Além disto, a nova onda de luz lavará muito, de modo que haverá então “espaço” para expandir muito mais facilmente. Assim por algum tempo agora, nós estivemos em um grande avião, circulando o planeta, sem sermos capazes de aterrissarmos. Ou talvez, ainda sentados no ônibus com todas as nossas malas, esperando ansiosamente sairmos e esvaziarmos as malas, mas ainda incapazes de sairmos de nossas cadeiras. Quando chegar a onda de luz, muito mudará. As coisas se encaixarão com muito mais facilidade, nós ascenderemos a um novo nível mais elevado de viver e de ser, e estaremos muito mais conectados com o resto do cosmos. Sim, as conexões não serão nada menos do que profundas. Os seres do nível mais elevado que vêm desta onda de luz, chegaram em minha casa na noite passada para explicar este processo e dizer alô à Terra e aos seus habitantes, pois estas conexões com o nível mais elevado serão muito mais fáceis agora. Sermos “um” assumirá um significado muito real, pois muito agora se unirá. Estes seres do nível mais elevado também queriam dizer: “Bem-Vindos a uma realidade muito nova dos novos modos de viver e de ser. Nós estamos muito felizes que vocês estejam aqui neste espaço muito novo e diferente.”

Conexões, conexões, conexões. O livro eletrônico “Criando a Nova Realidade”, fala muito sobre como estaremos muito conectados a tudo quando alcançarmos os reinos mais elevados, pois esta maneira de viver e de ser entrou em meu espaço com força total e de alguns modos muito interessantes nos últimos meses. É uma experiência e uma realidade que eu posso somente dizer que é inigualável. Isto não pode ser explicado em palavras e parece absolutamente surpreendente e verdadeiramente incrível. O amor e a gratidão por tudo ao que estamos conectados (pois nos tornamos muito conscientes desta realidade de “conexões” quando começamos a viver nela) se torna uma norma e um modo de ser, chegando como um tônico quente que envolve cada coisa viva no planeta.

Enquanto este processo de reestruturação continua, nós sentiremos que as coisas começam a se encaixar de um modo muito novo e diferente. Assim então, a própria Terra está se reestruturando a níveis muito profundos, e este processo continuará por algum tempo. E saibam também, que há seres mais elevados de luz apoiando a terra em seus braços amorosos, enquanto eles monitoram e auxiliam estas mudanças na Terra que estão ocorrendo agora e em tempos que se aproximam.

A Terra será “moldada” em uma nova forma, e será um formato que será perfeito de todos os modos para receber e incorporar a onda de luz que está em seu caminho. (Sinto muito, mas eu não tenho uma linha de tempo específica para a sua chegada. Mas como todas as coisas que se encaixam juntas, de modos perfeitos e divinos, ela somente chegará quando for o momento apropriado. Tudo o que precisamos fazer é aproveitarmos cada etapa do processo, enquanto estamos no momento de cada uma destas divinas e milagrosas etapas que estão se revelando para nós agora.)

Sim, um alicerce muito novo está sendo preparado para nós agora, de modo que possamos começar uma vida muito nova, em uma realidade muito nova de nossa própria criação.

Com muito amor e gratidão,

Karen

Não é o dinheiro, estúpido


Não paute sua vida pelo dinheiro: seja fascinado pelo realizar e o dinheiro virá como consequência

SOU, COM FREQUÊNCIA, chamado a fazer palestras para turmas de formandos. Orgulha-me poder orientar jovens em seus primeiros passos profissionais.

Há uma palestra que alguns podem conhecer já pela web, mas queria compartilhar seus fundamentos com os leitores da coluna.

Sempre digo que a atitude quente é muito mais importante do que o conhecimento frio.

Acumular conhecimento é nobre e necessário, mas sem atitude, sem personalidade, você, no fundo, não será muito diferente daquele personagem de Charles Chaplin apertando parafusos numa planta industrial do século passado.

É preciso, antes de tudo, se envolver com o trabalho, amar o seu ofício com todo o coração.

Não paute sua vida nem sua carreira pelo dinheiro. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como consequência.

Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser um grande bandido ou um grande canalha. Napoleão não conquistou a Europa por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro.

E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar. Tudo o que fica pronto na vida foi antes construído na alma.

A propósito, lembro-me de um diálogo extraordinário entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar dos leprosos, diz: "Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo". E ela responde: "Eu também não, meu filho".

Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar e realizar têm trazido mais fortuna do que pensar em fortuna.

Meu segundo conselho: pense no seu país. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si.

Era muito difícil viver numa nação onde a maioria morria de fome e a minoria morria de medo. Hoje o país oferece oportunidades a todos.

A estabilidade econômica e a democracia mostraram o óbvio: que ricos e pobres vão enriquecer juntos no Brasil. A inclusão é nosso único caminho. Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu vomito. É exatamente isso que está escrito na carta de Laodiceia.

É preferível o erro à omissão; o fracasso ao tédio; o escândalo ao vazio. Porque já li livros e vi filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso (ou narra e fica muito chato!).

Colabore com seu biógrafo: faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido.

Tenho consciência de que cada homem foi feito para fazer história.

Que todo homem é um milagre e traz em si uma evolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro.

Você foi criado para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, caminhando sempre com um saco de interrogações numa mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não dê férias para os seus pés.

Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: "Eu não disse? Eu sabia!".

Toda família tem um tio batalhador e bem de vida que, durante o almoço de domingo, tem de aguentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo o que faria, apenas se fizesse alguma coisa.

Chega dos poetas não publicados, de empresários de mesa de bar, de pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta à noite, todo sábado e todo domingo, mas que na segunda-feira não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansiar, não sabem perder a pose, não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar.

Só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama "sucesso".

Seja sempre você mesmo, mas não seja sempre o mesmo.

Tão importante quanto inventar-se é reinventar-se. Eu era gordo, fiquei magro. Era criativo, virei empreendedor. Era baiano, virei também carioca, paulista, nova-iorquino, global.

Mas o mundo só vai querer ouvir você se você falar alguma coisa para ele. O que você tem a dizer para o mundo?


NIZAN GUANAES, publicitário e presidente do Grupo ABC

Cursos e Palestras ( RECICLAGEM )

Cursos e Palestras ( RECICLAGEM )
Informações e reservas